alea jacta est

por Ary em segunda-feira, 16 de março de 2009

Os rebuçados Bayard são feitos com açúcar (30%), água descalcificada, alteia, mel australiano e um xarope com ervas medicinais cuja fórumula se mantém secreta até hoje. São feitos 4 toneladas de rebuçados por dia, todos eles saídos de uma pequena fábrica na Rua Gomes Freire, na Amadora.

Em 1939, Álvaro Matias trabalhava numa mercearia em Lisboa quando conheceu o Dr. Bayard, um farmacêutico francês que se encontrava fugido da guerra. A amizade e cumplicidade entre os dois foi crescendo e, quando o farmacêutico voltou com a sua família para França, deu ao marçano a receita dos ditos rebuçados, num papel que continha a sua assinatura e os quatro desenhos que ainda hoje fazem parte do papel que envolvem os rebuçados.

2 comentários

Este comentário foi removido pelo autor.

by chibiusa on 17 de março de 2009 às 23:29. #

Interessante, mesmo! (e eu gosto de rebuçados :P)

by Luísa on 18 de março de 2009 às 15:26. #