Tradição

por Luísa em quinta-feira, 25 de dezembro de 2008

Natal é tradição. Rabanadas docinhas, sonhos gordinhos e bacalhau.
A véspera de Natal não seria a mesma se estes deliciosos não estivessem na mesa... mas e daqui a vinte anos?
O Bacalhau já foi considerado estar em vias de extinção. Vai ser substituído porquê então?

Eu estive a reflectir muito sobre este facto. Primeiro pensei no peru, mas lembrei-me que não seria muito agradável repeti-lo em dois dias seguidos. Pensei então que a solução talvez se encontrasse no Leitão (afinal de contas esta "ideia" já não é original, pois muitas pessoas a utilizam). Este meu pensamento foi rapidamente refutado pelo simples facto de dar muito trabalho. Então lembrei-me de comprar "fast food" (seria mais rápido, mais económico e, no final de contas, talvez o gordo barbudo até fosse mais rápido a trazer os presentes), no entanto, apesar de vivermos numa sociedade capitalista, as pessoas também "vão tendo alguns direitos" e, como tal, o McDonalds está fechado às oito da noite.
Já quase a entrar em profunda depressão, decidi que todos nos iríamos tornar vegetarianos. Não há nada como uma alface bem temperadinha!

Devo contudo confessar que não posso deixar de sentir alguma tristeza com este facto.O motivo que me leva a este sentimento foi um livro que ofereci à minha mãe no Natal passado: " 1000 formas diferentes de cozinhar bacalhau". (não alface, bacalhau!)
E daqui a vinte anos como vais ser?
Mantenho o resto da receita e substituo o bacalhau pela alface?

4 comentários

Também há o polvo o cabrito (deste último tirei a barriga de misérias ao almoço e jantar de dia 25...).

Boas Festas!

by Francisco on 26 de dezembro de 2008 às 17:45. #

Ya ... tipo ca em casa come-se polvo e bacalhau dia 24
e dia 25 é o cabrito

Logo, o peru pode ir pa dia 24 ter com o polvo. (E depois o cabrito entra em vias de extinçao.. lOl)

by Duarte Canotilho on 26 de dezembro de 2008 às 18:37. #

Hey! Aqui também há bacalhau e polvo na Consoada (o polvo foi aquisição muito recente) e o cabrito fica reservado para o almoço (onde há também farrapo velho / roupa velha) e o jantar de dia 25!...

Quanto ao bacalhau, o problema está nas enormes dificuldades em criá-lo em cativeiro. Só uma empresa conseguiu até agora. É pouco. E, mesmo assim, dizem que não é da mesma qualidade (obviamente). E se o bacalhau extinguir, a culpa é dos portugueses: país tão pequenino, é o que come mais! A Noruega mal o prova, envia tudo para nós!

by Madalena Santos on 27 de dezembro de 2008 às 12:19. #

Essa ideia do leitão é-me um tanto ou quanto familiar.. ;) E n dá nada trabalho, só tens d o ir buscar! E eventualmente voltar lá para ir buscar o molho q porventura t tenhas esqecido.. =x Pois, been there, done that xD

by Descomunalmente um leitor de passagem on 28 de dezembro de 2008 às 01:53. #