Stranded Heart

por Guilherme Silva em segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

I know you’ve been walking by my door
You’ve been looking for me.
But nowadays what you do means nothing
I even wish you’d thought i’m dead.
When you chose other path than mine
Oh, how I cried begging
For you not to leave me.
But you left me all the same.

Chorus
Today you’re with him, but crying for me;
Stranded heart, wishing to come back.
Today you’re with him, but thinking of me.
Stranded heart, you once wanted things like that.

You traded all I gave you
For what you thought was better.
Nowadays you live in a great house
Filled with everything but love.
The love you look for on your footsteps,
Everytime you come looking for me.
The things you had by my side
And now you haven’t by his.

Chorus

Now I truly ask you, baby,
Not to look for me anymore.
I think you’d better stay in your world
For my heartache ‘gone a long time ago.

Chorus



Stranded Heart by Good Mood Referees

3 comentários

confesso que quando me mandaste a música para ouvir, senti um calorzinho na barriga. mas ver a letra aqui, como um poema, fez-me recordar coisas e erros que cometi no passado e que me fizeram passar por algo muito parecido com isto que a letra descreve. às vezes trocámos o que temos por algo que achámos que vai ser melhor e depois o nosso pensamento fica sempre com esse outro alguém que era quem nos completava realmente... é daquelas canções que parecem ter sido feitas mesmo para nós.
p.s- depois tens de mandar mais alguma desta banda que é bastante desconhecida.

by Daniela Ramalho on 22 de dezembro de 2008 às 02:48. #

Sim, assim farei.
Esta musica é tao bonita. E quentinha. É ela que me aquece nas noites mais frias e solitarias...

by Guilherme Silva on 22 de dezembro de 2008 às 02:50. #

Estava eu a ler as (muitas) coisas que tenho perdido, nos últimos tempos, neste blog, quando me deparei com esta letra. Senti-me obrigada a comentar.
Parece incrível, mas ainda há uns dias ouvi esta bela música. Fez-me pensar e de certa forma voltar atrás no tempo, voltar àquele tempo em que a minha vida se assemelhava à história que conta o seu conjunto de palavras. Não ficou propriamente um sentimento de saudade, mas transportou-me para outros momentos e trouxe consigo velhos sentimentos. É este o poder da música, e esta música tem um poder ainda mais forte e especial.

(Depois do silêncio, aquilo que mais aproximadamente exprime o inexprimível é a música.)

by Inês Silvestre on 24 de dezembro de 2008 às 02:33. #