O Belicista.... A guerra infinita

por Duarte Canotilho em sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Hoje vou falar sucintamente da Guerra, e vou-me basear numa frase que vi (improvavelmente seria um bom sitio para inspiração, mas sim foi num jogo de computador) Essa Frase é:

"War, War never changes" ---- A Guerra nunca muda!

A guerra não muda, as pessoas não mudam. Desde o inicio dos tempos que a guerra se mantem como sempre foi, e na minha modesta opinião, sempre será. Isto é mantem-se inalterada. (o Leitor atento diz... "claro que o autor está aqui a falar de "borla", claro que a guerra mudou, as taticas mudam, as tecnologias mudam, as mentalidades mudam!!! Logo a guerra muda!!") Será isto verdade? ERRADO

A guerra continua a ser igual, uns matam, outros morrem, os motivos, e como o fazem é acessório. Uns mandam outros matar outros, e assim foi, e sempre será. Ganha normalmente quem mata mais, pois se um dos lados nao tem tantos a defender aquilo porque luta, ou não tem material para continuar a defender, acaba por se render. Mas a morte é um factor chave, não ha guerra sem morte(ainda que haja morte sem guerra... LOL).

Como proclamar a Paz mundial, se aqueles que o fazem, são os primeiros a querer a guerra?? Porquê criar regras para fazer a guerra se estas não são cumpridas?!
Porquê?
No fundo o ser humano vive, e ao viver tenta sempre chegar mais longe, está sempre em guerra. Quer sempre mais, logo a guerra é algo que lhe corre na sua natureza. Acabar com ela?? então acaba a humanidade.

Daí dizer que estamos perante a guerra infinita, uma guerra que o ser humano cada vez mais participará.
Mas que guerra é esta? Não é a guerra A nem B nem C, mas é a natureza do ser humano a querer mais guerra! A guerra infinita que se tem de fazer será evitar ao maximo mais guerras; será tentar Contrariar a sua propria natureza, Essa sim será a maior guerra de todas. Essa sim será a guerra Infinita

Até essa guerra estar ganha a guerra não mudará!! E sim então continuar-se-á a dizer
"War, War never changes"--- A guerra nunca muda! Brian Fargo Fallout

Um comentário

1. Dizer que a guerra não muda é dizer que a economia não muda (afinal continuamos a produzir bens e serviços para satisfazer necessidades) ou que a ciência não muda (afinal continuamos a tentar descobrir como funciona o universo físico do que nos rodeia) ou que a medicina não muda (afinal continuamos a curar pessoas) e por aí adiante. Se assim é nada muda.

2. A paz mundial é proclamada pelas candidatas a miss Universo e pouco mais. Palin talvez tenha venha a ser a primeira misse a querer a guerra.

3. As leis da guerra são razoavelmente cumpridas e feitas cumprir. Dizer que se há violação do Direito ele não é Direito é um raciocínio a que já devias ter aprendido a fugir.

4. O conflito é inevitável, a guerra não. A Humanidade não acabaria se deixasse de haver guerra. O contrário já não tenho tanta certeza.

5. Muito pouca gente quer a guerra. Aliás, ninguém quer a guerra. Não a guerra pela guerra. Muitos querem tirar da guerra alguma coisa ou através da vitória ou através do prolongamento da guerra, mas ninguém quer "gente a matar e gente a morrer".

6. Já ouvi dizer muita coisa sobre a natureza humana, mas não me parece que tenha ouvido alguma vez dizer que fazer guerra estava na nossa natureza. Se assim fosse devia estar presente, em maior ou menor grau, em todos os homens esse prazer de guerrear. Claramente não é assim. Há muita gente que não tem de contrariar a sua natureza para querer a paz.


Canotilho, falas da guerra com uma leviandade chocante. Não sei o que te pode levar a falar assim. Será que ainda não passaste aquela fase em que numa mão temos o Godzilla na outra o Action Man e pomos um a chocar um contra o outro ao mesmo tempo que fazemos ambas as vozes e sons de socos e pontapés?

by Pedro Ary Ferreira da Cunha on 10 de outubro de 2008 às 21:10. #