alea jacta est

por Ary em segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Thomas Eagleton (1929-2007) foi o candidato democrata à vice-presidência em 1972 apenas por alguns dias. Teve uma vida bastante interessante e contorbada (como aliás a maior parte delas se olhadas com a atenção que merecem). Foi legislação promovida que trouxe aos EUA a primeira grande lei que promovia a qualidade do ar e da água, e foi uma lei por ele proposta que terminou a guerra no Vietnam e saiu descontente do Senado por o julgar "arruinado pela corrida do dinheiro" e pelas lógicas partidárias. 

Mas talvez mais espantosa que a breve passagem pela alta roda da política americana foi o discurso que proferiu, ou melhor, que foi proferido em seu nome, no dia do funeral do senador do Missouri, diante de mais de 1200 pessoas entre família e amigos de todos os quadrantes políticos, desde activistas de extrema esquerda a padres racistas. Num discurso que revela uma frontalidade e uma admirável paz de espírito, passando em revista 77 anos de uma vida dedicada ao serviço dos outros, Eagleton termina de forma excênctrica: 

"I am an optimist about death and believe there is a there there. Somehow, in some manner, I will be meeting my parents, my brother and my friends. Somehow, Bob Koster will be waiting for me to tell me where I can buy everything 10% off.

So go forth in love and peace — be kind to dogs — and vote Democratic."